Educação

Secretaria mantém professores em teletrabalho e define revezamento de servidores nas escolas

A secretaria estadual de Educação publicou a portaria 297 alterando o funcionamento nas unidades escolares e os professores que estão dando aulas continuarão em teletrabalho. Os demais servidores, ou os professores que estão em outras funções, trabalharão em regime de revezamento com no mínimo 70% de forma presencial.

Entre as atividades desenvolvidas por estes profissionais estão a entrega de apostilas, confecção dos kits alimentação, atendimento da demanda de higienização e manutenção predial e atividades relacionadas à secretaria escolar.

A entrega das apostilas e dos kits alimentação deve ser feita por meio de agendamento para evitar aglomeração nas escolas.

A nova portaria autoriza plantões pedagógicos nas escolas com, no máximo, cinco alunos por sala. Entretanto, os plantões são opcionais, ficando a critério de cada unidade escolar realizá-los ou não.

Na sede da secretaria não haverá mais escala de revezamento. Apenas profissionais do grupo de risco vão continuar em teletrabalho. O retorno presencial de 100% dos servidores ocorreu ontem, em cumprimento ao decreto do governo do Estado, com todos os setores voltam a funcionar das 8h às 18h, respeitada a jornada de 8 horas diárias, informa a assessoria.

 

Só Notícias (foto: Michel Alvim/assessoria)