Educação

Secretaria confirma reinício das aulas presenciais na rede estadual de Mato Grosso em agosto

O secretário de estado de Educação, Alan Porto, confirmou, hoje, que as aulas presenciais na rede estadual de Mato Grosso começarão em agosto. O gestor atendeu a uma convocação da Comissão de Infraestrutura da Assembleia Legislativa e explicou que as atividades serão retomadas, em modelo híbrido, conforme já anunciado. 

O secretário também explanou sobre as parcerias com mais de 50 prefeituras. Segundo ele, os recursos repassados totalizam quase R$ 80 milhões para construção de dez escolas, 26 quadras poliesportivas, além de diversas obras de reforma e ampliação em prédios que atendem os estudantes mato-grossenses. Destacou ainda investimentos em tecnologia e conforto, como  a instalação de internet de alta velocidade em salas de aulas e a climatização progressiva dos ambientes de ensino. 

As aulas presenciais na rede estadual estavam previstas para reiniciarem no final de maio. No dia 20 daquele mês, a secretaria chegou a apresentar o plano de retomada das atividades na modalidade híbrida, com revezamento entre os estudantes.

Conforme o plano, os estudantes deveriam ser divididos em grupos e iriam às aulas em dias alternados (50% cada dia). Na primeira semana, o Grupo A iria assistir à aula presencial e o Grupo B à aula de forma não presencial (online e por apostilas). Na semana seguinte, os alunos do Grupo B iriam ter aula presencial e os do Grupo A, aula não presencial.

Poucos dias depois, porém, a secretaria estadual de Educação decidiu suspender o retorno das aulas até o fim do semestre. O alto índice de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva e a volta do crescimento de casos e mortes, com o início da terceira onda da Covid, foram os principais motivos para a suspensão, que foi definida em reunião com o governador Mauro Mendes.

Também foi considerado o início da vacinação dos profissionais da Educação. A previsão é que, após o recesso escolar, em agosto, os servidores já estejam imunizados.

Redação Só Notícias (foto: Michel Alvimm/assessoria)