Educação

Secretaria começa liberar recursos para manutenção das escolas em Mato Grosso

A secretaria de Estado de Educação informou, há pouco, que começou a liberar os recursos descentralizados deste ano para que as escolas façam manutenções preventivas e corretivas. As unidades de Campo Verde, Nobres, Poconé, Primavera do Leste, Tangará da Serra e Várzea Grande já receberam mais de R$ 165,9 mil

As próprias escolas devem fazer o pedido à Seduc e ficam responsáveis pelas intervenções. No último ano, a secretaria investiu mais de R$ 2 milhões na manutenção de 72 escolas, em 45 municípios.

Cada unidade tem direito de solicitar o recurso descentralizado a cada seis meses e o valor máximo de cada parcela é de R$ 33 mil.

O secretário de Estado de Educação, Alan Porto afirmou que todas as escolas podem solicitar este recurso para pequenas intervenções que visam garantir um ambiente com mais qualidade. “Além dos recursos para reformas e construção de novas escolas, temos esta opção do recurso descentralizado, que tem a liberação mais ágil, pois visa justamente atender as demandas mais urgentes”.

Para conseguir a liberação dos recursos, as unidades devem fazer solicitação  via sistema SigEduca, módulo de Gestão de Estrutura Escolar (GEE), no site da secretaria.  A escola precisa enviar um requerimento apontando os motivos e justificativa pelos quais necessita do recurso. São necessários três orçamentos dos materiais e ou serviços a serem realizados. O responsável também tem que inserir fotos que comprovem a necessidade do recurso, entre outras determinações.

Entre os serviços que podem ser feitos com este recurso está a manutenção de cozinhas e banheiros, as chamadas áreas molhadas. Também pode ser utilizado para adequação ou substituição pontuais de forro e pendurais, reparos pontuais no revestimento cerâmico, parte elétrica e hidráulica, em muros, cercas, alambrados, além revitalização da pintura, entre outros.

As informações são da secretaria Adjunta de Comunicação.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)