Educação

Representantes da Unemat e universidade da Argentina vão discutir formação universitária em Sinop

A Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) promoverá, em Sinop, nos dias 25, 26, 27 e 28 deste mês, o evento internacional entre Brasil e Argentina para discutir formação universitária, internacionalização e inovações curriculares. Durante a programação será assinada uma Carta de Intenções de desenvolvimento de atividades de caráter acadêmico, científico e cultural entre a Unemat e a Universidade Nacional de Cuyo (UNCuyo).

O reitor da Unemat, Rodrigo Zanin, que também participa da organização, considera o evento como um passo muito importante para a parceria estabelecida, em 2018, entre as duas universidades. “Cooperações como essa são fundamentais para o desenvolvimento científico de ambas as universidades que discutem, principalmente formatos inovadores de oferta à graduação, tanto no país como fora dele”, explicou Zanin.

Entre as expectativas do convênio está o desenvolvimento de um Programa de Internacionalização com certificação compartida; a criação de um Observatório da Gestão da Internacionalização da Educação Superior; geração de uma Revista Científica Internacional de Práticas Universitárias na América Latina e Caribe; e, o intercâmbio acadêmico de alunos, professores e técnicos de ambas as universidades.

No dia 26, às 14 horas, haverá o Encontro Interinstitucional com diretores de faculdades, coordenadores de cursos, professores, técnicos e autoridades estrangeiras que apresentarão desafios, estratégias, processos e ações da formação universitária, internacionalização e inovações curriculares. Às 19 horas, iniciarão a apresentação de três palestras ministradas por professores da UNCuyo seguidas pela mesa redonda: ‘Formação universitária, internacionalização e inovações curriculares’, abertas a toda comunidade acadêmica e convidados.

Para certificação, os interessados deverão se inscrever no hall de entrada do anfiteatro do campus de Sinop. A partir das 13 horas para o Encontro Interinstitucional e às 18 horas para as palestras e a mesa redonda. As atividades contarão com tradutores simultâneos e uma equipe de suporte para tirar dúvidas.

As informações são da assessoria.

Redação Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)