sábado, 20/abril/2024
PUBLICIDADE

Professores estaduais de Sinop debatem hoje prorrogação da paralisação

PUBLICIDADE

Logo mais, às 08:00h, haverá em Sinop, uma assembléia geral com todos os professores da rede Estadual de Ensino para decidir se as escolas de Sinop paralisarão as aulas por mais uma semana. Segundo a presidente do Sintep (Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso) Sinop, Cleufa Hübner, o objetivo é continuar fora das salas de aulas. “Eu vou continuar com a paralisação e acredito que os demais professores também”, salientou.

Desde quarta-feira passada mais de 16 mil alunos das 11 escolas estaduais de Sinop estão sem aulas. Cleufa afirmou que a continuação da paralisação foi decidida porque, na primeira assembléia, realizada no último dia 25, o Sintep e os professores determinaram que só voltariam as aulas depois de ter, em mãos, um documento oficial assinado pelo Governo de Mato Grosso, com a recomposição de 20% exigida pela classe. “Pelo menos um valor próximo disso, mas não o índice de 6,13%”, reforçou.

Amanhã haverá uma audiência com os representantes do Sintep e o governador Blairo Maggi que se dispôs a discutir um novo índice de recomposição salarial. A paralisação de mais uma semana foi decidida a nível estadual, ontem, em assembléia em Cuiabá. Agora cabe a cada município decidir por aderir ou não. No início da primeira semana muitas escolas de Sinop e região continuaram com as aulas normais, mas até ontem, algumas acabaram cedendo ao movimento.

Além da recomposição salarial a classe pede por melhores condições de trabalho, planos de saúde, recolhimento da previdência e melhoria nas estruturas das escolas.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

PUBLICIDADE