Educação

Mato Grosso gasta R$ 500 milhões com acidentes de trânsito

O presidente do Detran -Departamento de Trânsito de mato Grosso-, Moisés Sachetti, disse ontem, em Sinop, que o maior problema do trânsito de Mato Grosso é falta de educação daqueles que o utilizam. Na campanha Volta às Aulas com Vida o objetivo principal é reduzir o custo social com acidentes de trânsito, que chega a R$ 500 milhões para o Estado. “Arrecada-se, por ano, em média R$ 18 milhões em multas. Isso não é nem metade do valor que se gasta com acidentes, ou seja, acidentes de trânsito não significam apenas mortes, mas também prejuízos para a população”, disse Sachetti, ao Só Notícias.

40% da violência urbana corresponde a acidentes de trânsito. Em Mato Grosso, para cada 10 mil veículos, aproximadamente 11 pessoas morrem vítimas de acidentes. O Detran, como órgão máximo de trânsito, espera que através da campanha os motoristas em geral se conscientizem em melhorar sua postura no trânsito.
“Se melhor educarmos nossas crianças, elas educarão seus pais fazendo com que eles andem de uma forma mais ordeira nos caminhos de Mato Grosso em geral criando assim uma sociedade com menos traumas provocados por acidentes”, salientou.

Em campanhas anteriores os objetivos foram alcançados e agora, com a instalação da assessoria de educação para o trânsito na Ciretran de Sinop e na reformulação este ano do Detran, foram instituídos 5 grandes pólos no Estado com assessores de educação no trânsito com o objetivo de igualar o número de vítimas fatais do Estado ao nível Nacional, 7 mortos para cada 10 mil veículos.

Moises Sachetti espera que o resultado da campanha seja imediato. “Nossas palestras são formuladas para atuar no dia-a-dia das crianças, esperamos que assim que elas saírem daqui passem a diante o que aprenderam”, ressaltou.

O Detran tem ainda projetos para campanhas educativas com caminhoneiros, evitando e prevenindo o uso de drogas, arrebites e álcool nas estradas. Além de fiscalizar também os excessos de carga e de períodos que o motorista passa viajando sem intervalos para dormir. “Alguns motoristas passam de 17 a 48 horas viajando direto e isso é um prenúncio de acidentes de trânsito. Nós temos que evitar mortes e custos desnecessários para o Estado e para a população com a socialização do prejuízo, que é o acidente de trânsito”, finalizou Moisés.

O presidente do Detran esteve ontem em Sinop para a solenidade de lançamento da Campanha Volta às Aulas com Vida, que irá trabalhar com palestras para alunos das redes pública e privada de ensino e com blitze nas ruas de Sinop.
A campanha é em parceria com o Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Guarda Municipal de Trânsito, auto-escolas, Poderes Legislativo e Executivo e comunidade em geral.