Educação

Lucas R. Verde: Sicredi e prefeitura lançam amanhã programa sobre cooperativismo

Cooperativismo é o instrumento pelo qual a sociedade se organiza, através de ajuda mútua, para resolver diversos problemas relacionados ao seu dia-a-dia. Este e outros conceitos serão repassados a cerca de 900 alunos de Lucas do Rio Verde, através do programa “iniciando Cooperativismo”, desenvolvido através de parceria entre a secretaria Municipal de Educação e a Cooperativa de Crédito Sicredi Verde.

O projeto será lançado amanhã, na escola Eça de Queiróz, às 19:00h, com a presença do alunos e professores, do prefeito Marino Franz, da secretária de Educação, Solimara Costa e do presidente da Sicredi Verde, Eledir Techio, dentre outras autoridades.

Marisa Lucini, uma das 5 multiplicadoras do programa que passaram por curso de capacitação em Cuiabá e retrabsmitiram os conhecimentos a cerca de 23 professores da rede municipal, destacou que o projeto começará a ser desenvolvido na segunda quinzena de abril e termina em outubro.

“O objetivo é implantar uma temática com atividades cooperativistas para alunos de 7ª a 8ª série. Será oferecido material a alunos e professores e eles vão ter essa temática desenvolvida dentro das disciplinas de português, história, geografia, artes e ensino religioso”, explica.

O objetivo é conscientizar os alunos sobre o que é uma cooperativa, o que é ter atitudes cooperativistas e viver em cooperação. “Isso é um incentivo também para que esses jovens futuramente sejam inseridos no mercado de trabalho, nas cooperativas já existentes em Lucas e região”, ressaltou.

Segundo a Política Nacional de Cooperativismo, as pessoas de uma sociedade cooperativista se obrigam reciprocamente a contribuir com bens ou serviços para o exercício de uma atividade econômica, de proveito comum, sem objetivo de lucro.

No Brasil, encontramos iniciativas cooperativistas em diversos ramos de atividade econômica, como eletrificação, telefonia, indústria, saúde, consumo, transporte, turismo, educação, habitação, mineração e crédito, dentre outros.

Destaca-se, em vários dos segmentos do cooperativismo, o fato de as cooperativas serem compostas por associados que desempenham, ao mesmo tempo, o papel de proprietários e de usuários dos produtos e serviços por elas oferecidos. Esta prerrogativa gera um alto grau de fidelidade e integração dos profissionais envolvidos com a entidade.