Educação

Lucas: após projeto-piloto aulas de programação serão para todos alunos da rede municipal

A prefeitura vai estender a toda rede municipal um projeto-piloto aplicado no ano passado na escola municipal Cecília Meireles. O programa Inventura foi desenvolvido por uma empresa na área de tecnologia e visa a implementação da linguagem de programação no currículo do ensino fundamental.

Para atender à demanda, a prefeitura vai investir R$ 59,4 mil comprando kits que serão enviados às escolas, para utilização de professores e alunos. Cada conjunto é composto de um livro didático e uma placa programável, que serve como “ferramenta para ampliar, por meio da programação, da cultura maker e da aprendizagem por projetos, a capacidade de criação, invenção e resolução de problemas”.

No total, serão comprados 190 kits para uso dos alunos e 10 para uso dos professores. O objetivo é amparar os alunos nas aulas de robótica e desenvolver “competências fundamentais como autonomia, protagonismo, cooperação, comunicação e pensamento crítico”.

A secretária municipal de Educação disse, ao Só Notícias, que a decisão de ampliar o projeto se deve aos resultados obtidos na Cecília Meireles. “Foram muito bons, por isso a decisão de expandir para as outras escolas. Implementação de linguagem de programação no currículo da rede. Expectativa melhorar a proficiência dos estudantes em matemática”, afirmou a gestora.

Cada material possui níveis diferentes: Desbravador Jovem, Explorador Jovem, Desbravador, Explorador, Legendário e Mestre. Os kits comprados pela prefeitura de Lucas são do nível Desbravador. Os livros possuem 24 atividades que “estimulam, por meio de perguntas, o pensamento crítico e a solução de problemas, contextualizados com o mundo real, competências necessárias para preparar os alunos a enfrentar um mundo cada vez mais complexo e em transformação permanente”.

O contrato com a empresa fornecedora dos kits foi firmado por meio de dispensa de licitação e terá validade 180 dias.

Só Notícias/Herbert de Souza