Educação

Evandro Soares é empossado e inicia gestão frente à UFMT

Em solenidade virtual realizada na tarde desta segunda-feira, na sala dos Órgãos Colegiados, o professor Evandro Soares da Silva deu início a sua gestão frente à reitoria da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), após ter assinado na quinta-feira (15), o termo de posse junto com o Ministro da Educação, Milton Ribeiro. A cerimônia, que também marcou o início da gestão da professora Rosaline Lunardi, como vice-reitora, aconteceu neste formato devido à pandemia da covid-19 e obedeceu todos os protocolos sanitários.

Durante a solenidade, o professor Luiz Alberto Esteves Scaloppe, membro do Conselho Diretor, disse que, em muitas oportunidades, sua dedicação intensa à UFMT foi homenagem aos homens e às mulheres que admirava por produzirem e reproduzirem na Universidade as condições pelas quais se socializam o conhecimento e se desenvolve a ciência. “Auguro que [o reitor e a vice-reitora] terão força e otimismo suficiente para enfrentar a realidade das dificuldades políticas e econômicas prenunciadas e vencê-las”, afirmou.  Na oportunidade, o professor Antonio José de Amorim, integrante do Conselho Diretor, transmitiu o cargo ao reitor.

Em seu discurso, para além da realização pessoal e profissional, a vice-reitora, que é docente do Câmpus do Araguaia, destacou ser este o primeiro dia de um novo trabalho, pautado na busca da equidade, da integralidade, da universalidade, princípios estes que tomou emprestado do Sistema Único de Saúde (SUS), mas que cabem perfeitamente bem à educação.

“A Universidade torna a vida das pessoas melhor, e isso fica evidente em momentos de crise, pois é na Universidade que a sociedade busca os saberes, o conhecimento e o método, para o enfrentamento de situações incomuns e urgentes, que ameaçam a vida e a segurança. São as universidades que respondem rapidamente as necessidades das pessoas e instituições, apontando caminhos possíveis e os reorientando”, declarou Rosaline Lunardi.

O reitor, por sua vez, lembrou o caminho percorrido até aqui, os desafios e conquistas da UFMT durante sua gestão na vice-reitoria e desde março como reitor e o enfrentamento à Covid-19. “Neste período de pandemia, a UFMT mostrou a que veio e fez centenas de ações em prol da comunidade como a do álcool em gel, atendimento psicossocial, produção de máscaras e teste de laboratório, livros e material educativo, todos ao combate e prevenção à Covid-19. Também conseguiu se estruturar para retomar as aulas de modo virtual e garantindo aos que não têm meios, acesso às plataformas de aula. Rendo a minha homenagem a cada um dos professores, professoras, técnicos e técnicas que se dedicaram ao máximo para oportunizar o melhor aos nossos estudantes”, disse Evandro.

Ainda em seu discurso, o professor Evandro Soares da Silva homenageou os servidores, os estudantes e membros da comunidade universitária que faleceram em virtude do novo coronavírus e de outras doenças nesta pandemia. “Reforço meu compromisso para a manutenção da qualidade de vida de nossos estudantes e de servidores e servidoras, sejam da UFMT, sejam da EBSERH [Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares] ou sejam terceirizados, estando em trabalho remoto ou na linha de frente do combate à Covid-19 no Hospital Universitário Júlio Müller ou garantindo a essencialidade de nossos serviços em todos os Câmpus”, pontuou.

Além disso, o reitor destacou que a transição na gestão será gradual e transparente. “Tranquila, serena, não célere. Entendo que mudanças abruptas podem afetar diretamente o andamento de projetos e processos em curso e, como engenheiro, busco constantemente a otimização. O bem maior, que é o serviço público em prol da sociedade, não deverá ser prejudicado por anseios pessoais. E esse será meu mantra pelos próximos quatro anos”, finalizou.

As informações são da assessoria da UFMT.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)