Educação

Escola estadual para 1,4 mil alunos em Lucas deve ficar pronta no final do ano

A Escola Estadual Tarsila do Amaral começa a ganhar forma com a construção dos dois blocos com 16 salas de aulas, além de laboratórios, cozinha, refeitório e dependências administrativas. Localizada em Lucas do Rio Verde, a nova unidade escolar atenderá cerca de 1.400 alunos das séries finais do ensino fundamental e ensino médio.

Um dos dois blocos já está com a cobertura pronta e o outro em fase final dessa etapa – e os dois com contrapiso. Além das 16 salas de aulas, secretaria, sala dos professores, a nova escola terá laboratórios de informática, de química, de informática, biblioteca e sala de articulação. A escola terá quadra poliesportiva com vestiários cujo início das obras será na próxima semana.

“A nova escola terá laboratório de física e laboratório de química. É uma ótima novidade, pois geralmente são construídos à parte ou em espaços adaptados”, destaca a assessora pedagógica Denise Teresinha Dalberto. A escola terá acessibilidade em todo prédio, com banheiros para Pessoas Com Deficiência (PCD) incluindo as entradas dos blocos e na quadra poliesportiva que terá vestiário especial.

A obra, orçada em R$ 6,9 milhões é construída em convênio com a prefeitura de Lucas do Rio Verde que tem a contrapartida de cerca de R$ 900 mil. O término da obra é previsto para o final de 2020 pronta para o próximo ano letivo.

Denise salienta que a nova escola possibilita a ampliação de vagas na Rede Estadual de Ensino, contribuindo para o equilíbrio do atendimento, pois atualmente o município atende mais de 50% do ensino fundamental. Além disso, os alunos poderão estudar numa escola mais próxima de suas residências.

“A expectativa em relação à escola é elevada uma vez que terá uma excelente estrutura física inclusive com laboratórios de química e física o que certamente contribuirá para oferta de uma educação de qualidade”, assinala. A nova unidade escolar atenderá o próprio Bairro Dalmaso, além do Bandeirantes e Tessele Júnior.

Para Vitório Sales da Cruz, do setor de Microplanejamento de Estrutura Escolar da Seduc, a nova unidade educacional vai otimizar as matrículas na região. “A Tarsila do Amaral está localizada numa área de grande expansão da cidade”, ressalta.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)