Educação

Definidas propostas de Sinop para Plano Estadual de Ciência e Tecnologia

Sinop participou ativamente da realização do Seminário de avaliação e revisão do Plano Estadual de Ciência e Tecnologia, na semana passada, na Unidade de Ensino Descentralizada de Sinop. No total 41 pessoas da comunidade escolar da Uned e da sociedade civil organizada participaram dos debates acerca do Plano.

Os participantes do seminário foram divididos em três grupos: Educação Superior, Educação Profissional e Tecnológica e Fomento à Pesquisa. Cada grupo leu o texto-resumo base que fala sobre o “Plano Estadual de Ciência e Tecnologia”, 2004/ 2007 lançado em dezembro de 2003, e ainda um texto específico do grupo a que pertence.
Depois do debate os grupos relacionaram as sugestões que devem ser anexadas ao Plano. Para o grupo que discutiu Educação Profissional e Tecnológica forma dadas as seguintes sugestões: é preciso estabelecer programas específicos para a formação regular dos profissionais da educação profissional e tecnológica em todos os níveis; Criar ou implementar bolsas destinadas à formação dos profissionais da educação profissional e tecnológica e de iniciação tecnológica de alunos.

Estimulados pelo debate o grupo que discutiu sobre Educação Superior chegou as principais conclusões: é necessário criar áreas estratégicas de pesquisa, incluir sócio-econômia-solidária, criar a política de capacitação para os professores do Ceprotec para que possam trabalhar com pesquisa; discutir no conselho diretor sobre a criação de cursos de tecnologia para que esses possam ser oferecidos também pela Uned Sinop.

E por fim o grupo de Fomento à Pesquisa avaliou e deu várias sugestões ao Plano Estadual de Ciência e Tecnologia ao desenvolvimento do tema no Estado são eles: garantir o fomento à pesquisa, incluindo graduação para o Ceprotec por intermédio do cumprimento dos dispositivos constitucionais, o que deve fortalecer conseqüentemente, a Fapemat como instituição; estimular as instituições de ensino superior a implantar programas de pós-graduação com cursos de mestrado e doutorado, com objetivo de incentivar a formação de pesquisadores no Estado; nos editais da Fapemat incluir “construção civil – com ênfase em resíduos” na pesquisa da área de exatas;

Inserir na Fapemat programa de pós-graduação dos professores das Uneds (lato sensu); inserir pesquisa nas unidades e fomentar juntamente com os projetos e pesquisas sua apresentação em congressos e simpósios.

Os grupos concluíram os seminários com várias sugestões que serão compiladas pela equipe da Secitec e anexadas ao plano para discussão. Os grupos contaram com a participação das entidades: Universidade Estadual de Mato Grosso, Unemat, Secretaria Municipal de Educação de Sinop e de Feliz Natal, Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Construção e do Mobiliário da Região Norte de Mato Grosso, Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção de Sinop, Corpo de Bombeiros, Clube de Mães e Diretório Central dos Estudantes da Unemat Sinop e comunidade escolar da Uned do município.

Participaram ainda dos grupos o presidente do Ceprotec, Luiz Fernando Caldart, presidente da Fundação de Amparo a Pesquisa de Mato Grosso, Antonio Carlos Camacho, o superintendente de Educação Profissional Geraldo Grossi Júnior, a superintendente de Educação Superior Ilma Grisoste.

Aluno do curso técnico de Enfermagem da Uned de Sinop, bombeiro e membro do conselho diretor, Edivan Cassiano Borges, avaliou positivamente a iniciativa inédita da Secitec em discutir a reformulação do Plano Estadual de Ciência e Tecnologia com a população do Estado.