Educação

Aulas devem ser retomadas de forma presencial na rede municipal em Santa Carmem, diz secretária

A secretaria municipal de Educação de Santa Carmem (30 quilômetros de Sinop) não está descartando a possibilidade das aulas voltarem de forma presencial no próximo dia 2 de fevereiro para os alunos da rede municipal. Tudo vai depender dos números de infectados da Covid-19, nos próximos dias. Buscando viabilizar uma possível retomada nas unidades escolares, todos os profissionais da educação passaram por teste rápido.

“A secretaria de Educação vai trabalhar conforme as normas vigentes que são repassadas pela secretaria municipal de Saúde”, explicou a secretária Ivete Schneider Bergamini.  Se houver aulas presenciais, eles deverão estar usando máscaras, será aferida a temperatura de todos no portão da escola e se fará uso de álcool em gel para a assepsia das mãos.

“Estamos ansiosos para o retorno das aulas, estamos com os prédios todos reformados e ampliados, com frota escolar nova, com profissionais cheios de vontade de receber as crianças e não vemos a hora de voltarmos a rotina da sala de aula. Nós estamos preparados para o retorno presencial isso é fato, a não ser que algo aconteça e os planos venham a serem mudados, por questões de decretos e normas, mas a princípio o retorno das aulas será presencial”, declarou. Para evitar a proliferação da doença, os alunos matriculados regularmente foram rematrículados automaticamente.

Em Sorriso, a secretária de Educação e Cultura, Lúcia Drechsle, confirmou, ao Só Notícias, que as aulas começam no próximo dia 1º de forma online para mais de 15,4 mil alunos desde a educação infantil ao ensino fundamental. A previsão de 204 dias letivos com recesso de 19 a 30 de julho e encerramento em 14 de dezembro. Ainda não há definição, devido ao aumento de casos da Covid, de quando serão retomadas na rede pública as aulas presenciais.

Redação Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)