Economia

Vendas de carros, motos e caminhões novos em Mato Grosso tem nova queda

A retração no mês passado foi de 9,6%. Foram vendidos 6.765 veículos novos de todos os segmentos (automóveis, comerciais leves, motocicletas, caminhões, ônibus e implementos rodoviários) ante 7.486 unidades em março. Mas, em relação a abril de 2020, o resultado é inverso, 30,8% maior.

No acumulado dos quatro meses deste an foram emplacadas 29.060 unidades de todos os segmentos, o que representa aumento de 5,01% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram emplacadas 27.673 unidades. Os dados são da Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores (Fenabrave).

A única categoria que teve mais vendas, mês passado, foi de automóveis comerciais leves, 1.341 unidades (em março foram 1.260). Nas motos, foram compradas 2.100 em abril e 2.120 no mês anterior. De caminhões caiu de 405 para 291.

O diretor geral da Fenabrave-MT, Para Paulo Boscolo, as vendas tanto no ano passado quanto neste ano refletem os impactos da pandemia. “Os 5% de crescimento no acumulado do ano é um aumento natural da economia diante do momento. Poderia ser melhor, mas a produção de veículos está longe da realidade, freando o potencial do mercado com a falta de produtos. Lembrando que as comparações são feitas também sobre um ano atípico e de pandemia”, avaliou, através da assessoria.

Ele acredita na regularização da produção de veículos se houver avanço na vacinação contra a Covid. “Havendo aumento no número de vacinados, esperamos reação da economia, melhoras na produção e nos índices de confiança, empregos e, renda e mais veículos serão negociados”, concluiu.

Só Notícias (foto: Tchélo Figueiredo/assessoria)