Economia

Sorriso e Rondonópolis seguem como principais exportadores de Mato Grosso

A disputa pela liderança do ranking de exportadores de Mato Grosso segue acirrada entre Sorriso e Rondonópolis, com revezamento dos municípios no topo. O último levantamento do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços dá leve vantagem para Rondonópolis, que entre janeiro e setembro de 2020 já vendeu U$ 1.349,16 (bilhão) para o mercado externo contra U$ 1.348,89 (bilhão) de Sorriso. A diferença é de U$ 270 mil.

A vantagem de Sorriso está na importação. Mesmo com crescimento de 5,8%, as compras chegaram U$ 217 milhões, deixando a balança comercial com superávit superior a U$ 1,1 bilhão. Rondonópolis, por outro lado, registrou redução de 23% nas compras, mas importou U$ 528 milhões, fazendo com que seu saldo na balança comercial fique em U$ 820 milhões.

Praticamente empatadas, cada cidade acumula 10,3% das exportações de Mato Grosso e 0,9% das exportações brasileiras. No ranking nacional, Rondonópolis aparece em 20º lugar e Sorriso vem logo a seguir, na 21ª colocação.

A liderança de Rondonópolis se deve a um amento de 18% no valor de vendas em relação ao mesmo período do ano passado. Os produtores locais registram aumento de vendas para a China (que tem 28% do mercado), Tailândia (com 23%), Indonésia (12%) e Vietnã (9,8%).

Sorriso, ao contrário, registra queda de 11% no valor de vendas na comparação dos nove primeiros meses deste ano com os de 2019. Mesmo com o aumento de vendas para o mercado europeu, como Espanha, Turquia e Alemanha, além do México na América do Norte, as vendas para a China caíram 37,5% e “tiraram” de Sorriso U$ 245 milhões em relação ao período passado, o que devolveria, facilmente, o município à liderança estadual.

Só Notícias/Marco Stamm (foto: arquivo/assessoria)