Economia

Sinop tem novo saldo positivo e gera mais de 300 empregos com carteiras assinadas; comércio lidera

Sinop tem, pelo sexto mês seguido,  resultado positivo na geração de empregos. Dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) do Ministério da Economia, divulgados na última sexta-feira, apontam que em julho, foram geradas 302 vagas formais a mais de empregos, resultado de 2.482 funcionários admitidos e 2.180 dispensados. Em junho foram criadas 400 vagas (92 a mais).

No mês passado, o comércio liderou a geração de empregos aquecendo ainda mais a economia sinopense. Foram 135 vagas a mais, resultado de 979 contratos assinados de 844 demissões. O segundo melhor desempenho ocorreu na indústria de transformação com 88 vagas a mais, saldo de 390 contratados e 302 demitidos.

O setor da construção civil também continua crescendo. No mês passado, foram 78 pedreiros e serventes contratados a mais, resultando em 244 admissões e 166 demissões. A agropecuária criou 10 novas vagas ao contratar 115 trabalhadores e demitir 105.

Por outro lado, o setor de serviços e de extrativismo mineral demitiram 4 trabalhadores, respectivamente.

Com esse resultado, de janeiro a julho deste ano, foram criadas em Sinop 2.122 vagas a mais, resultado de 16.031 admissões e 13.909 demissões. Já em 12 meses, foram geradas 2.430 vagas a mais com carteiras assinadas, acumulado de 25.510 contratações e 23.080 demissões.

Conforme Só Notícias já informou, a capital de Mato Grosso voltou a ter saldo negativo no setor de empregos. Foram fechadas 67 vagas a mais, resultado de 6.851 demissões e 6.784 contratações.

Em todo o Estado, mês passado, as empresas e indústrias de todos os segmentos comerciais geraram 4.169 vagas a mais, resultado de 36.985 trabalhadores contratados e 32.816 demitidos o que representa o 4º mês seguido gerando mais empregos. Em junho, e resultado foi melhor com 7.367 vagas criadas a mais.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: Mauricio Vitorino/MB arquivo)