Economia

Sinop: mais de 34 mil pessoas estão recebendo auxílio emergencial do governo federal

Um levantamento feito através do Ministério do Desenvolvimento Social, no mês passado, apontou que 34.401 sinopenses estão recebendo o auxílio emergencial, benefício financeiro destinado aos trabalhadores informais, Microempreendedores Individuais (MEI), autônomos e desempregados com objetivo de fornecer proteção emergencial no período de enfrentamento à crise causada pela pandemia do Coronavírus (Covid-19)

Ainda de acordo com informações da assessoria da prefeitura de Sinop, desde o início da liberação da primeira parcela, ainda em maio, até o último dia útil desse mês, R$ 25,7 milhões foram liberados nas contas do beneficiários. Dos contemplados, 3.729 são usuários do Bolsa Família e recebiam valores inferiores de R$ 600 a R$ 1,2 mil. Outros 10.173 são inscritos no Cadastro Único e 20.499 são pessoas que fizeram o cadastro por meio do aplicativo também foram aprovados e estão recebendo o auxílio.

O benefício no valor de R$ 600 está sendo pago para até duas pessoas da mesma família. Para as casas em que a mulher é a única responsável pelas despesas, o valor pago mensalmente é de até R$ 1,2 mil. Quem estava no Cadastro Único até o dia 20 de março e que atendeu às exigências, também foi contemplado automaticamente. Já os trabalhadores autônomos fizeram a solicitação pelo aplicativo do governo federal.

Inicialmente, o benefício foi concedido por três meses, entretanto, o governo já anunciou, mas ainda não sancionou, a extensão da ajuda por mais dois meses. Ainda não foi definido se será no mesmo valor a ser repassado no início ou se terá redução.

Durante esse período de pandemia causada pelo novo Coronavírus, por determinação da prefeita Rosana Martinelli, o setor de coordenação do Bolsa Família auxiliou a população que tinha dúvidas a baixar o aplicativo e fazer o cadastro pedindo o beneficio que foi avaliado e concedido ou não pelo Governo Federal.

A prefeitura também criou a campanha Unir para Proteger visando arrecadar alimentos, produtos de limpeza, higiene e álcool gel, além de fazer parcerias com empresas e instituições para doação de cestas básicas para famílias em situação de vulnerabilidade.

A campanha continua recebendo doações e é fundamental a participação da população já que, atualmente, mais de 16 mil pessoas estão inclusas nos cadastros sociais em Sinop. Os materiais podem ser entregues na Assistência Social, localizada na rua das Aroeiras, no centro de Sinop.

Redação Só Notícias (foto: assessoria/arquivo)