Economia

Sinop é a 4ª maior cidade geradora de energia solar do Mato Grosso

A Agência Nacional de Energia Elétrica aponta que Sinop é o 4º maior município gerador de energia solar fotovoltaica do Estado. Só Notícias constatou que são 1,3 mil unidades de consumo de geração distribuída, com potência de 18,4 mil quilowatts. De 2019 ao ano passado, o município cresceu 43% na geração de energia solar, com aumento de 150 unidades de consumo.

No ranking da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica, Mato Grosso é o 4º maior Estado gerador nacional, atrás apenas de Minas Gerais, São Paulo e Rio Grande do Sul. Enquanto Cuiabá é o 1º maior município gerador do país, com 4,2 mil unidades distribuídas e potência de 54,1 mil quilowatts. Sorriso se mantém em 10º lugar, com 1 mil unidades e potência de 24,6 mil quilowatts.

O proprietário da Dois Irmãos Soluções Elétricas em Sinop, Marcos Xavier, o tempo de instalação das placas solares e equipamentos demora, em média, 30 dias no máximo.  Quanto a garantia, “o modelo que usamos tem seis anos para o inversor (dispositivo elétrico que converte a energia solar), as placas são 25 anos de garantia e a parte da mão de obra e instalação é um ano”. Sobre a manutenção o empresário explica que, “na época da seca tem muita poeira, em cada dois meses, uma pessoa, autorizada deve lavar as placas e ele volta a funcionar 100%, porque ela vai perdendo a capacidade de geração por causa da poeira”

Xavier acrescentou que que é possível financiar os equipamentos e o valor depende do consumo mensal de energia de cada empresa ou cliente para definir a quantidade de placas necessárias.  “Os bancos sempre estão lançando promoção muito boa, com financiamento em parcelas fixas e esse dinheiro o cliente vai investir no que é seu. Daqui três anos acabou e não paga energia para ninguém”. “Você gera, consome e manda para a rede. Essa demanda que sobrou vai para o banco da concessionária, em até cinco anos você pode ir lá e pegar essa energia e consumir ela”.

Entre os municípios que mais geram energia solar no Estado, estão Lucas do Rio Verde com 912 unidades de geração distribuída e potência de 18,6 mil quilowatts, Rondonópolis com 1,5 unidades e 17,7 kW, Várzea Grande tendo 1,2 unidades e 16,3 mil kW de potência e Nova Mutum com 423 unidades e 12,5 mil kW.

Redação Só Notícias (foto: Só Notícias)