Economia

Secretaria desenvolve projeto de produção de bananas em Sinop

A Secretaria Municipal de Agricultura está desenvolvendo um projeto da produção de bananicultora com pequenos produtores em Sinop. Atualmente 30 famílias estão sendo acompanhadas pelo programa, e conforme o coordenador agrícola Beno Kaiser, até o final do ano esperam atender mais 30. Conforme ele, para atender o mercado da região seriam necessários 240 hectares de produção da fruta, mas atualmente são produzidos somente 60.
“Estamos sensibilizando os produtores de que há um mercado e que existe a compra”, relatou. Outra facilidade para os produtores, é que já existe na cidade a câmara refrigerada para fazer a climatização da banana após a colheita.

O coordenador relatou que alguns produtores já estão começando a produzir com recursos próprios, mas a maioria ainda está esperando a liberação das normas do Pronaf (Programa Nacional de Agricultura Familiar) para iniciar o plantio, que tem um custo muito alto na região. Segundo ele, para cada hectare o custo é de R$ 8 mil e pode ser plantado até 2 mil pés de banana.

Um dos fatores que faz com que esse tipo de produção tenha um custo alto, é a necessidade de irrigação, e como na gleba não existe energia elétrica, se faz necessário a implantação de um gerador ou motor, que ainda está sendo estudado com os pequenos agricultores.

Conforme Beno, Sinop é um grande mercado para frutíferas, pois possuem uma indústria de conservas de pepino e palmito, de polpa, de condimentos, e a maioria das frutas vêm de outros lugares, como o maracujá, de Terra Nova, e a própria banana, que vem de Santa Catarina. “O que o mercado quer é produto de qualidade e a continuidade, de que vão ter o produto todos os meses”, acrescentou.