segunda-feira, 24/junho/2024
PUBLICIDADE

Rondonópolis: prefeitura e sindicato não avançam na reposição salarial

PUBLICIDADE

A reunião entre as equipes técnicas do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Rondonópolis (Sispmur) e prefeitura, realizada ontem, terminou sem que houvesse novidade ou discussão mais avançada sobre a proposta de aumento salarial dos servidores. A categoria reivindica 16%, além do repasse do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) que já foi garantido pelo prefeito Zé Carlos do Pátio (PMDB). O valor do INPC deve ser inferior a 4,5%. “O problema é que marcamos essa reunião com 15 dias de antecedência, e a prefeitura teria que pelo menos apresentar algo para a gente analisar junto, no caso um estudo deles, queríamos confrontar os dados mas isso não foi possível”, afirmou Rubens Paulo, presidente do Sispmur. Os 16% que o sindicato está pedindo de aumento são baseados em um estudo de viabilidade feito pelo contador do Sispmur, Welington Portela.

O sindicalista explicou que, desta forma, vai aguardar os técnicos do município apresentarem o estudo até a assembleia da categoria, marcada para hoje. Paulo reiterou que, na assembleia, os servidores podem até mesmo votar um indicativo de greve.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Começa consulta a segundo lote de restituição do Imposto de Renda

Cerca de 5,75 milhões de contribuintes que entregaram a...

Nova Mutum define nova área para pesquisas no agro

A prefeitura outorgará a concessão de terreno público (arrendamento)...

Vendas no comércio varejista em Mato Grosso voltam a aumentar

As vendas no comércio varejista em Mato Grosso tiveram...
PUBLICIDADE