Economia

Redução de impostos ajudou a impulsionar geração de empregos no comércio em Sinop; aponta presidente da CDL

O presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Sinop, Marcos Antônio Alves, afirmou, em entrevista, ao Só Notícias, que a redução do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) para empresas de calçados, vestuário, confecções e tecidos, feita pelo governo do Estado, associada ao número de vacinas anti-covid e a queda de mortes refletiram no aumento da geração de empregos, principalmente no comércio que teve saldo positivo, em junho, com 223 funcionários admitidos a mais, saldo de 1.286 admissões e 1.063 desligamentos.

“O índice de confiança dos empresários vem aumentando com a vacina, com a redução da mortalidade por Covid e aumentando as vendas, fazendo novas contratações e aberturas de novas empresas. No geral é o índice de confiança empresarial tem aumentado. A redução de impostos impulsionou geração de empregos, no setor do comércio em Sinop”, avaliou.

Marcos apontou ainda que a queda do medo do desemprego também tem contribuído para o resultado positivo, já que as vendas voltaram a subir. “O empresário local está contente com o aumento. A queda do medo do desemprego também fez o pessoal voltar as compras e o empresário teve que contratar. O índice de confiança está aumentado, tanto no poder de compra, quanto do empresário”. 

O Índice de Medo do Desemprego, que mede a sensação da população em relação ao risco de ficar desempregado no futuro próximo, teve queda de –1,2% e passou de 121,65 pontos para 120,14.  A pesquisa é feita mensalmente pelo Centro de Informação Socioeconômicas (CISE), em parceria com a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Só Notícias/David Murba (foto: assessoria)