Economia

Presidente de associação dos Transportadores em Sorriso não apoia paralisação dos caminhoneiros

A presidente da Associação dos Transportadores Rodoviários Mato-grossense (Atrom), com sede em Sorriso, Mauri Soares, não apoia a paralisação dos caminhoneiros prevista para 1º de fevereiro e expôs que o momento não é propicio levando em consideração a época de colheita da soja e a necessidade de transportes para os produtores, alguns já colhendo. “Nem passou pela cabeça em aderir. Nem um povo de sindicato ou outras entidades ligadas ao transporte entrou em contato com a gente. Também o transporte nosso é diferenciado de outros Estados que estão querendo a greve. Aqui o transporte é grãos e o motivo hoje do frete baixo e tantos caminhões parados foi o atraso da chuva, plantio, isso atrasa a colheita também. Então, está todo mundo na expectativa de uma safra talvez com uma queda devido ao clima, mas greve não passou por nossa cabeça. Não é momento para aderirmos”, analisa a presidente.

Soares emendou que “seria até injusto com os produtores, que estão bem estruturados de armazéns e caminhões, mas necessita do transporte para a colheita. Nós não vamos fazer isto durante a colheita, mas estamos todos na expectativa, talvez uma produção com queda, mas que atenda a demanda de todos os transportadores principalmente do nosso município e Estado. Se haver bloqueio de rodovia é lógico que todos vão ser prejudicados, mas isso é questão de momento. Na minha opinião acho que nem vai acontecer”.

A manifestação, mobilizada em outros Estados, é contra a alta no preço dos combustíveis. Os caminhoneiros vem considerando o aumento abusivo. Além disso, buscam o estabelecimento de um piso mínimo de frete para o transportador autônomo, aposentadoria especial, marco regulatório do transporte e fiscalização mais atuante da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Conforme Só Notícias já informou, o presidente da Cooperativa dos Caminhoneiros Autônomos de Sinop (Cooperlog), Cleomar José Immich, disse que também não acredita na adesão dos motoristas de Mato Grosso na paralisação geral da categoria.

Só Notícias/David Murba/Lucas Torres, de Sorriso (foto: Só Notícias/arquivo)