Economia

Prefeitura de Sinop elabora projeto para regulamentar atividade de condutor de turismo

A secretaria de Desenvolvimento Econômico, em parceria com o Conselho Municipal de Turismo – COMTUR, elaborou o projeto de lei para regulamentação dos condutores de turismo no município visando preparar pessoas para acompanhar, orientar e transmitir informações a pessoas ou grupos em visita aos atrativos turísticos dentro do município e, assim, fomentar o turismo local. O projeto será encaminhado para aprovação após o recesso da câmara municipal. O secretário Daniel Brolese, a lei vai proporcionar segurança tanto para o turista quanto para o condutor de turismo. “Regulamentar essa prestação de serviço vai oferecer segurança aos turistas, que serão acompanhados por uma pessoa responsável, que passou por capacitação e será cadastrado na nossa secretaria”, informou. 2504

A prefeitura quer profissionalizar a mão de obra nesse setor e a criação de uma lei que especifique a atividade, formas de cadastramento e fiscalização, amparando quem já trabalha ou quer ingressar na atividade é fundamental. “Sabemos que o curso de guia é mais difícil de ser encontrado e tem uma carga horária maior, chegando a 900 horas, incluindo estágio, o de condutor chega a 160 horas, possibilitando a condução individual ou de grupos dentro do município” explicou a turismóloga Leidiane Viegas.

Com representantes de todas as áreas ligadas ao turismo, o projeto foi elaborado com participação do Conselho Municipal. “O conselho de turismo tem a missão de incentivar e promover o turismo local, em todos os aspectos, com a participação da sociedade civil dos setores vinculados ao turismo, como agências de viagens, hotéis, entre outros. A regulamentação dos condutores de turismo é uma demanda importante, vista a necessidade de ter pessoas qualificadas para exercerem essa função”, explicou Deraldo Campos, presidente do conselho.

A análise do projeto será feita pela câmara municipal e, se aprovado, a secretaria fará o cadastramento de todas as pessoas que trabalham nesse ramo, bem como treinamento, informa a assessoria.

Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)