Economia

Pesquisa aponta queda no preço de tijolos no Nortão

Sinop é uma cidade com ritmo acelerado de construção civil. Por todos os bairros, observa-se grande número de residências em construção. Por isso a concorrência entre as lojas de material de construção muitas vezes vem a beneficiar o consumidor, que pode ter uma boa reduzida nos preços se pesquisar com cuidado o valor dos materiais.

O preço dos tijolos de 8 furos por exemplo, caiu 17% em relação ao ano passado, segundo uma pesquisa do Sinduscon (Sindicato das Indústrias da Construção do Estado de Mato Grosso). Em abril de 2004, o preço médio do milheiro de tijolo era de R$218,33. Hoje, é de R$186,67.

Mas o consumidor deve ficar atento à variação: tem loja que vende o mesmo produto por R$ 230 o milheiro. O preço do tijolo maciço teve uma leve alteração, passando de R$ 173 para R$ 176 este ano.

A cidade do Nortão que tem o tijolo maciço mais caro é Alta Floresta: R$ 238 o milheiro. Já o tijolo de 8 furos, curiosamente, é mais barato, na faixa de R$ 220. O tijolo de 8 furos mais caro do Nortão é vendido em Sorriso: R$ 249 o milheiro.

O preço do cimento, como Só Notícias já informou, caiu uma média de 30% em relação ao ano passado. De uma média de R$ 19 a saca, hoje o preço passou para R$ 13,3 e até R$ 12 em algumas lojas.