Economia

Mais de mil demissões registradas em agosto em Sinop

Cerca de 1,1 mil demissões foram registradas em Sinop no mês de agosto apontando o crescimento no número de desemprego no município. Os números são resultados da crise no setor madeireiro, principal agente da economia do município e do nortão. Só em Sinop, o setor gera cerca de cinco mil empregos.

Mas o setor que mais demitiu, representando 40% dos números de desligamentos, foi o comércio, com 430 demissões. Em segundo lugar está a indústria com 355 desempregos, mantendo a liderança de janeiro a agosto, com 3.420 demissões, seguido de 3.169 no comércio. Já o setor da agropecuária, mantém um saldo positivo com 711 contratações desde janeiro, contra 666 desligamentos.

Os dados apontados pelo Cadastro Geral dos Empregados e Desempregados (CAGED), foram referentes à oito setores de atividades econômicas do município e referem-se somente à trabalhadores com carteira assinada. Não estão computadas demissões de pessoas que estavam com contrato de experiência ou sem carteira assinada.

Desde janeiro, o Caged registrou mais de 9,4 mil demissões em Sinop, e 8,2 mil admissões, mantendo um saldo negativo de 1,1 mil postos de trabalho.