Economia

IPTU é lançado em Alta Floresta

Principal fonte de recursos próprios do município, o Imposto Predial e Territorial Urbano – IPTU – foi lançado ontem. Finalmente. Exatos 117 dias depois de tomar posse, Maria Izaura (PDT) lançou o imposto em uma cerimônia simples no bairro Bom Jesus. Na prática, o imposto começou a ser entregue já na quarta-feira, 26, quando vários setores da cidade foram visitados por funcionários da administração municipal.
A prefeita reconheceu que os carnês começaram a ser entregues tardiamente. Ela justificou que isso ocorreu por conta de mudança de empresa de processamento de dados contratada pela prefeitura para fazer os levantamentos. “Nos atrapalhou bastante”, disse, referindo-se ao atraso.

“Um das despesas que ficam nas administrações são folhas de pagamento atrasadas. Nós sofremos bastante pressão por parte dos funcionários e nós sabemos que um dos recursos que entram mais de imediato para essas primeiras necessidades é o IPTU e o Alvará. Se esses recursos tivessem entrado, poderíamos ter saldado essas folhas de pagamento”, declarou.

A equipe de finanças não soube estimar a quantia lançada em impostos, apesar do atraso no lançamento dos carnês. A prefeita acredita que poderá arrecadar 50% do imposto lançado, o que na prática é um desafio para os administradores. Nos últimos anos a média de recebimento não ultrapassa a 30% dos valores lançados.

“A gente sabe que há essa cultura de que o povo não paga o IPTU enquanto não vê o benefício sendo revertido para o seu bairro”, disse.

Sobre os valores dos novos tributos, a prefeita afirmou que eles não tiveram alterações em relação ao ano passado e disse que eles estão até baratos, já que não houve tempo para correção e recadastramento dos imóveis.