Economia

Índice de confiança do empresário em Cuiabá tem aumento de 68%, aponta pesquisa

O Índice de Confiança do Empresário do Comércio apresentou crescimento de 68,5% em um ano, saindo 78,7 pontos em julho do ano passado para os atuais 132,6 pontos nos seis primeiros meses deste ano, em Cuiabá. Os dados da Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo  e analisados pelo Instituto de Pesquisa e Análise da Fecomércio mostram uma evolução surpreendente dos indicadores, saindo de um grau pessimista para otimista.

Segundo a análise, o resultado foi puxado pelas condições atuais do comerciante, principalmente pela melhora observada da economia, que saltou de 44,1 para 94,5 pontos em um ano, ou uma evolução de 265,2%. O índice de investimento também registrou crescimento na variação anual da pesquisa, com aumento significativo de 102,2% para a contratação de funcionários, passando de 75,6 para 152,9 pontos.

“A contratação de funcionários que o ICEC vem aumentando mês a mês, e representam a expectativa dos empresários do comércio e dos serviços. Isso se confirma em nossos estudos e outros indicadores como do Caged e do Banco Central do Brasil, com sucessivos saldos positivos entre demissões e contratações de empregados”, explicou o diretor de pesquisa, Maurício Munhoz.

O forte avanço da pesquisa foi observado, ainda, nos dois últimos meses, com alta de 14,6% sobre maio de 2021. Com isso, o índice atual já retoma resultados que antecediam a pandemia por Covid-19 no mundo.

O presidente da Fecomércio, José Wenceslau de Souza Júnior, conclui que os atuais resultados refletem aumento do PIB no país e em Mato Grosso, especialmente, com a produção agropecuária. “Temos acompanhado esses números em nosso estudo ‘Onde Investir em Mato Grosso’, que por meio de dados também do Banco Central do Brasil, confirmam o crescimento do comércio e dos serviços”.

Redação Só Notícias (foto: assessoria)