Economia

Inadimplência do IPTU em Sorriso não deve passar de 25%

Venceu, semana passada, o prazo para quitação da segunda parcela do IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) em Sorriso. O secretário de Finanças, Marcos Folador, disse ao Só Notícias que foram recebidos em torno de R$ 85 mil. Na primeira parcela, que venceu no mesmo dia da cota única, foram arrecadados R$ 319 mil.

No mês passado, 57% dos contribuintes do município optaram por quitar o IPTU à vista, em parcela única, recebendo assim 20% de desconto. Neste ano, o IPTU de Sorriso não teve reajuste na alíquota. A terceira parcela vence no dia 20 de junho.

O secretário acredita que a inadimplência, apesar do momento desfavorável da economia, principalmente pela crise vivida no setor agrícola, não deve superar o índice do ano passado, que foi de 25%.