sexta-feira, 21/junho/2024
PUBLICIDADE

Guarantã do Norte volta a ter mais demissões de funcionários, aponta Caged

PUBLICIDADE

O município de Guarantã do Norte (252 quilômetros de Sinop) voltou a ter mais demissão de funcionários no último mês. Segundo dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho, as empresas e indústrias contrataram 149 trabalhadores e mandaram embora 189, resultando em 40 vagas formais a menos.

O pior desempenho foi do comércio, que admitiu 49 pessoas e demitiu 83, fechando 34 postos de trabalho com carteiras assinadas. A agropecuária teve saldo negativo de 18 vagas, resultado de 11 contratações e 29 demissões. No setor de serviços foram formalizados 18 contratos e rescindidos outros 25, extinguindo 7 postos de trabalho. Os setores de serviços industriais de utilidade pública e extrativista mineral não registraram contratações e demitiram 3 trabalhadores.

O único setor a registrar saldo positivo em Guarantã do Norte, no último mês, foi a indústria de transformação, que contratou 65 pessoas e mandou embora 43, gerando 22 empregos a mais.

Só Notícias ainda apurou que, no primeiro trimestre do ano, foram contratados 458 trabalhadores em Guarantã e demitidos 462, resultando em 4 vagas formais a menos. 

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Nova Mutum define nova área para pesquisas no agro

A prefeitura outorgará a concessão de terreno público (arrendamento)...

Vendas no comércio varejista em Mato Grosso voltam a aumentar

As vendas no comércio varejista em Mato Grosso tiveram...

Empresas em Diamantino contratam 560 profissionais e em são Nova Mutum 176

Em Diamantino, empresas e indústrias ofertam 560 vagas de...
PUBLICIDADE