Economia

Exportacões de Mato Grosso aumentam 30%

De janeiro a maio deste ano as exportações de Mato Grosso cresceram 30,07% em relação ao mesmo período do ano anterior. Pelo segundo mês consecutivo as exportações mato-grossenses ultrapassaram as expectativas de especialistas que tinham projetado para este ano o crescimento entre 10% e 20%. O volume total comercializado somente em maio foi de US$ 405.446.705,00. No acumulado Mato Grosso já vendeu para o mercado externo cerca de US$ 1,5 bilhão.

Complexo soja (grãos, trigo e farelo), madeira, carne, algodão e milho são, respectivamente, os produtos mais vendidos pelo Estado. De janeiro a maio, comparado com o mesmo período do ano anterior, as exportações do complexo soja aumentaram 31,15%. O volume comercializado aumentou, porém o preço abaixou de US$ 0,28 para US$ 0,23.

No que se refere à madeira, a exportação de móveis foi o índice que apresentou maior crescimento, que ficou registrado em 1263,08%. De janeiro a maio de 2004 o Estado comercializou US$ 4,7 mil e neste ano
Nos primeiros cinco meses de 2005 o complexo carne (bovina, suína e de frango) registrou o aumento de 23,26% nas vendas externas. A carne suína foi o produto que obteve maior crescimento, registrado em 122,77%, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Ainda com participação pouco expressiva, outros produtos estão entrando na pauta de exportação mato-grossense, como por exemplo, colchões, produtos de higiene e limpeza, produtos químicos, massas alimentícias e bebidas.

Os cinco principais compradores dos produtos mato-grossenses são a Holanda, China, Itália, Irã e Espanha. Entre os compradores de Mato Grosso, o Oriente Médio foi o Bloco Econômico que mais aumentou a importação de produtos mato-grossenses, com crescimento registrado em 265,54%. Em segundo lugar está a Ásia que aumentou 46,93% em relação ao mesmo período do ano anterior.

De janeiro a maio deste ano, a Coréia do Sul, Tailândia, Índia, Irlanda e Senegal foram os países que mais aumentaram as importações de produtos de Mato Grosso comparado com o mesmo período do ano anterior.

I