Economia

Entidades elaboram “manual de boas práticas” para comerciantes em Sinop devido ao Coronavírus

A Associação Empresarial e Comercial de Sinop (ACES) e a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) elaboraram uma cartilha com um “manual de boas práticas” apresentando uma série de medidas preventivas e de conscientização a serem seguidas pelos comerciantes durante a pandemia do Coronavírus. Entre as observações estão a necessidade de reforçar a higiene das lojas utilizando água sanitária ou cloro para desinfecção dos ambientes, lavar os filtros de ar condicionado todos os dias, portas abertas para deixar o ar circular; organizar a equipe para auxiliar o cliente na desinfecção das mãos na entrada da loja; e disponibilizar álcool em gel 70% para uso dos clientes e funcionários.

Consta ainda na cartilha um manual ensinando a como lavar as mãos, além da importância de disponibilizar espaço para lavar; obrigar os colaboradores a usarem EPIs (luvas e máscaras) com a ciência dos riscos acordada em documentos; dispensar das atividades presenciais os funcionários do grupo de risco sem prejuízo de seus salários; e manter a equipe reduzida trabalhando no sistema de rodízio.

O documento ainda recomenda que os empresários treinem a equipe com base no manual de boas práticas; priorize os atendimentos delivery; comunique na porta das empresas e nas mídias sociais como será o atendimento das pessoas dos grupos de risco; atenda um número limitado de clientes por vez; e demarque o chão com faixas indicativas para que as pessoas fiquem distantes na fila e não encostem no balcão. O manual ainda orienta que seja mantida distância mínima de 2 metros entre as pessoas, além de apontar os sintomas da doença.

Conforme Só Notícias já informou, parte do comércio voltou a funcionar, ontem, após a prefeita Rosana Martinelli decidir seguir  as orientações do decreto do governo de Mato Grosso e revogar a decisão que suspendia o funcionamento por 15 dias. O presidente da ACES, Klayton Gonçalves apontou que o movimento foi tímido, mas lembrou da responsabilidade de todos nesse momento.

“Algo importante para pontuar nesse momento é a responsabilidade, o vírus continua existindo na mesma proporção, então é momento de preocupação em deixar o comércio adequado, deixar o lucro para segundo lugar e lembrar da vida, observar a higienização, a forma de receber o cliente, seguir os protocolos, fazer o rodízio de colaboradores. Recebemos o voto de confiança e é muito importante”, destacou.

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria/arquivo)