Economia

Dólar tem 11ª queda seguida e fecha a R$2,58

O dólar fechou hoje pelo segundo dia abaixo de R$ 2,60. No encerramento dos negócios nesta sexta-feira, a moeda era cotada a R$ 2,586, com queda de 0,38% –a décima primeira seguida–, acumulando desvalorização de 3% na semana.

Desde 15 de março, quando a moeda atingiu o pico do ano (R$ 2,766), a queda chega a 6,5%.

Pela manhã, a moeda chegou a subir 0,30%, por conta da entrada de operações de compra realizadas por importadores.

Mas com o fluxo positivo e as expectativas de novos ingressos de recursos por meio de captações externas, a moeda voltou a cair à tarde.

Ontem, o Banespa informou que captou R$ 150 milhões no exterior. Além disso, têm colaborado com o fluxo positivo no câmbio os bons resultados da balança comercial.

A balança brasileira acumula superávit –saldo positivo entre as exportações e as importações– de US$ 8,612 bilhões no ano até a primeira semana de abril, volume 38% superior ao de igual período de 2004.

“As entradas de dólar no mercado continuam superiores à demanda”, disse Mauro Araújo, da corretora Vision.

Na avaliação de Araújo, o dólar só deverá subir se o Banco Central comprar divisas no mercado. Desde o último dia 16 o BC não atua no câmbio.