Economia

Depois do Estradeiro, empresa de Sinop planeja abrir filial na Bolívia

Uma empresa revendedora no setor de aço, que trabalha na construção de barracões e estruturas metálicas pode abrir filial na Bolívia. O empresário Antonio Contini, que participou da expedição Estradeiro 4, com o govbernador Blairo Maggi percorrendo três países, já encaminhou todo os processos legais para este feito, mas ainda encontra dificuldades governamentais.“O que está faltando agora é resolver a questão da burocracia alfandegária, legislação tributária, tarifas de importação e exportação, enfim viabilizar toda a documentação que o governo, tanto brasileiro quanto boliviano, exigem”, disse, ao Só Notícias. Ele manteve contatos com empresários e lideranças políticas bolivianas que recepcionaram a comitiva mato-grossense.

A filial deve ser implantada na cidade de Santa Cruz de La Sierra. Hoje existe está implantada em Sinop, Tangará da Serra e existe a possibilidade da construção de uma filial também em Rondonópolis.

Contini disse ainda que não existem datas previstas para o desenvolvimento desse projeto, porque o processo para resolver todo a questão burocrática é lenta, mas que se depender dele isso vai se concretizar.