Economia

Conta de luz deve subir 10,8% no total em 2005, diz Copom

O Comitê de Política Monetária (Copom) elevou suas estimativas para os reajustes das tarifas de energia elétrica residencial ao longo de de 2005, de 9,5% para 10,8%, um aumento de 1,3 ponto percentual.

No caso das tarifas de telefonia fixa, as projeções de reajustes sofreram redução de 0,8 ponto percentual, passando de 8,7% na reunião de março para 7,9% atualmente.

As informações constam na ata da reunião do mês de abril, divulgada hoje pelo Banco Central.