Economia

CDL faz cartilha com medidas de proteção aos clientes que frequentam comércio em Lucas do Rio Verde 

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Lucas do Rio Verde elaborou cartilha com uma série de indicações de proteção a serem seguidas pelos clientes na ida ao comércio durante a pandemia do Coronavírus. Entre as recomendações deve ser mantida distância mínima de um metro da outra pessoa e que “considerem que suas mãos sempre estão sujas”, portanto é necessário nunca as levar “à boca, aos olhos, ao nariz e aos cabelos”.

Também é recomendado que os clientes preferencialmente paguem as contas com cartões, evitando notas e moedas até depois da pandemia. Outra medida é sempre ter álcool em gel e liquido 70%, além de um rolo de papel toalha. Ainda é indicado que as pessoas higienizem o veículo passando álcool no volante, freio de mão, alavanca das marchas, maçaneta interna da porta, controles dos vidros e do rádio. Em contrapartida, é apontado para que não haja desinfecção do carro na parte de fora.

A entidade ainda lembra a necessidade de higienizar os alimentos, principalmente frutas e verduras, além da limpeza em embalagens de suprimentos. Também é indicado que produtos não comestíveis sejam higienizados com álcool 70% ou deixados por 2 horas no sol.

Na chegada em casa, o CDL também aconselha que os consumidores tirem os sapatos, troquem de roupa e lavem as mãos até o cotovelo. Ainda nas residências, é recomendado que os moradores higienizem ao menos uma vez por dia as torneiras, maçanetas de portas, chaves, celulares, notebooks, teclados e mouses.

Conforme Só Notícias já informou, a assessoria da secretaria municipal de Saúde de Lucas do Rio Verde confirmou que 29 casos suspeitos estão sendo investigados no município e apresentam sintomas leves. Desses, dois estão internados em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Consta ainda no boletim do Comitê de Enfrentamento ao Coronavírus que quatro casos suspeitos já foram descartados no município. Até agora, nenhum foi confirmado pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Mato Grosso (Lacen).

Só Notícias/Luan Cordeiro (foto: assessoria)