Economia

Cai mais de 13% número de passageiros no aeroporto de Rondonópolis

A queda de 13,9% na movimentação de passageiros ocorreu no aeroporto Maestro Marinho Franco, na terceira maior cidade de Mato Grosso. Os dados foram constados por Só Notícias através do sistema da Secretaria Nacional de Aviação Civil. Durante os 12 meses do ano passado, passaram pelo terminal 44.503 pessoas. No mesmo período de 2017, foram 51.692 que embarcaram e desembarcaram.

Consta ainda no sistema que 2018 teve resultado inferior a de 2016 (73.782) e de 2015 (96.841). O número de embarques e desembarques do ano passado só é superior ao período de 2010 quando passaram pelo terminal 19.699 passageiros.

O fluxo de aeronaves no aeroporto também teve queda. Passou de 1.156 em 2017 para 1.101. Por outro lado, a movimentação de carga aérea aumentou de 62 mil quilos em 2017 para mais de 82,1 mil quilos, no ano passado. Em Rondonópolis, apenas uma empresa aérea opera com um voo diário de domingo a sexta-feira.

Conforme Só Notícias já informou, também diminuiu a movimentação de passageiros no aeroporto João Figueiredo, em Sinop. A unidade terminou 2018 com queda de 10% no número de embarques e desembarques.

O aeroporto de Alta Floresta e de Sinop, serão privatizados. Ambos estão no mesmo pacote dos aeroportos de Várzea Grande e Rondonópolis. A confirmação foi anunciada, ontem, pelo presidente Jair Bolsonaro, em sua conta oficial no Twitter.

Seis operadoras, que atuam na Europa e nos Estados Unidos, demonstraram interesse em arrematar os terminais, que vão ser leiloados, pelo governo federal, no dia 15 do próximo mês na B3, – Brasil, Bolsa, Balcão – oriunda da fusão entre BM&F, BOVESPA.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: assessoria/arquivo)