Economia

Caged aponta demissões de 933 pessoas em Sinop em 4 meses

O Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério da Economia, confirmou, ontem, que as empresas de diversos segmentos comerciais fecharam, de janeiro a abril, 933 vagas de empregos formais com carteiras assinadas. Os meses de janeiro e fevereiro geraram 641 e 540 vagas, respectivamente. Por outro lado, com início da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), em março, e a desaceleração das atividades de muitas empresas, outras fecharam por mais de um mês (restaurantes, lanchonetes e outros) houve 187 demissões a mais no saldo de demitidos/admitidos. No mês de abril, foram demitidos 769 a mais.

No novo formato divulgado pelo Caged, não consta o detalhamento de quantos trabalhadores foram dispensados ou contratados pelos setores da agricultura, pecuária, indústria, construção, comércio, transporte, alimentação, administração pública, por exemplo, como ocorria anteriormente. Não é apontado o volume de contratações com carteiras assinadas em cada setor.

O município começou 2020 com saldo positivo de 39.020 postos de trabalho registrados durante todo o ano de 2019.

Conforme Só Notícias já informou, em Mato Grosso foram, de janeiro até abril 681 trabalhadores demitido e que estavam com carteiras assinadas. Nos quatro meses, são 114.811 admissões (feitas por empresas e indústrias) e 115.492 funcionários demitidos.

Nos meses de janeiro e fevereiro, o Estado gerou 7.517 e 2.253 empregos formais, respectivamente. Já no período que começou à pandemia do novo Coronavírus, o saldo foi negativo. O mês de março terminou com 2.590 vagas de empregos encerradas e em abril foram 11.531 trabalhadores demitidos.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: assessoria/arquivo)