Economia

Alta Floresta tem mais demissões de funcionários e construção civil lidera

O município de Alta Floresta encerrou outubro com saldo negativo na geração de empregos. De acordo com sistema do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho, foram 16 trabalhadores demitidos a mais, saldo de 485 demissões e 501 admissões feitas por empresas de todos os segmentos. Em setembro, o resultado foi positivo com 85 vagas criadas a mais.

O setor que mais demitiu foi o da construção civil – 18 vagas, resultado de 38 demissões e 10 contratações. Na sequência, aparece o serviços com 15 demitidos a mais, saldo de 113 dispensados e 118 contratados. A indústria da transformação encerrou 4 vagas a mais.

Por outro lado, o comércio criou 19 vagas a mais, saldo de 205 contrações e 186 demissões. A agropecuária gerou duas, resultado de 64 admissões e 62 demissões. Já os setores de extrativismo mineral, serviços de utilidades pública e administração pública não geraram empregos.

Só Notícias também constatou, que de janeiro a outubro, foram 278 pessoas contratadas a mais em Alta Floresta, resultado de 5.683 contratações e 5.405 demissões feitas por empresas e indústrias de todos os segmentos comerciais. No entanto, nos últimos 12 meses, houve redução de -139 postos de trabalho, diferença de 6.648 rescisões e 6.509 formalizações.

Só Notícias/Cleber Romero (foto: arquivo/assessoria)