domingo, 23/junho/2024
PUBLICIDADE

Orquestra Sinfônica Jovem de MT abre temporada de concertos

PUBLICIDADE

A Orquestra Sinfônica Jovem de Mato Grosso abre oficialmente, no sábado (16), a temporada deste ano de concertos com um programa dedicado à música francesa, destacando-se a apresentação, como solista, do violinista Fernando Pereira. A apresentação acontece no Teatro do Cerrado – Zulmira Canavarros, na Assembleia Legislativa, às 20h com entrada franca. Os ingressos devem se retirados no próprio teatro com uma hora de antecedência.

Compositores como Maurice Ravel, Gabriel Fauré, Camille-Saint Saëns e Georges Bizet darão o tom desta temporada, que terá também obras de baluartes da música orquestral como Ludwig Van Beethoven, Alberto Ginastera, Piotr Ilich Tchaikovsky, Heitor Villa Lobos e o emblemático Antonín Dvorák com sua monumental Sinfonia nº 9, a “Do Novo Mundo”.

A programação contará ainda com a estreia de obras dos mato-grossenses Augusto Cesar e Jasson André, jovens compositores e instrumentistas integrantes do consagrado quarteto Ciranda Sax, grupo importante na história da música e do saxofone em Mato Grosso, nascido no Instituto Ciranda.

Em 2013, o Instituto Ciranda – Música e Cidadania completou dez anos de atividades e, como parte das comemorações, foi lançada a primeira temporada oficial de concertos de seu principal grupo musical, a Orquestra Sinfônica Jovem de Mato Grosso. Desde então a Sinfônica Jovem tem se apresentando com frequência em Cuiabá e em várias cidades de Mato Grosso, se consolidando como um importante grupo sinfônico do estado.

Com sua programação distribuída em séries especiais de concerto homenageando Mato Grosso, além dos concertos da Série Cerrado, a orquestra também se apresenta com repertório diferenciado nas Séries Araguaia, Pantanal e Amazônia.

Na Série Amazônia, em especial, tem destaque a rica e extensa programação de música de câmara na qual grupos instrumentais, formados por alunos e professores do Instituto Ciranda – Música e Cidadania, se apresentam com repertório composto de música tradicional de concerto e também composições e arranjos de música popular.

“Para além do grande resultado social alcançado pelo Instituto Ciranda nos últimos anos, esta orquestra retribui, de modo agradecido e em forma de boa música, toda a confiança em nós depositada pela sociedade mato-grossense”, ressalta Murilo Alves, presidente do Instituto Ciranda e maestro da Sinfônica Jovem de Mato Grosso.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Sorriso: 15º Festival de Artes Cênicas começa neste domingo

O 15º Festival de Artes Cênicas de Sorriso começa...

Guilherme Arantes e orquestra se apresentam em Mato Grosso no próximo domingo

A música clássica, erudita, e a celebração cultural estão...

Dez artistas se classificam para final de programa estadual “Canta Mato Grosso”

Entre 600 artistas regionais, 10 candidatos foram classificados para...
PUBLICIDADE