sexta-feira, 21/junho/2024
PUBLICIDADE

Grupo do Teatro Experimental em Alta Floresta se apresenta no Pernambuco

PUBLICIDADE

O Teatro Experimental de Alta Floresta, grupo teatral da cidade de Alta Floresta, que tem quase três décadas de existência e que desde 2009 é reconhecido como Ponto de Cultura, já tem destino de sua próxima viagem. O grupo embarca na próxima semana para Recife e Petrolina, ambos em Pernambuco, onde realização apresentações do espetáculo Dom Quixote. Nos dias 11 e 12 de março, Dom Quixote – o cavaleiro andante, personagem clássico da obra de Miguel de Cervantes, acompanhado de seu fiel escudeiro, Sancho Pança se apresentam no Teatro Apollo, localizado no centro histórico de Recife. Já em Petrolina as apresentações ocorrerão nos dias 16 e 17,  no Teatro Dona Amélia – Sesc Petrolina.

A peça Dom Quixote, baseada na obra de Antônio José da Silva, O Judeu, foi montada pelo Teatro Experimental, em 2008, e conta com a direção do português Horácio Manuel. A obra de Cervantes foi considerada, em 2002, o melhor livro do mundo por uma comissão de 100 críticos literários de vários países. Dom Quixote aborda temas como amor, sabedoria, amizade, enternecimento, encantamentos, justiça, loucuras e divertimento.

O espetáculo trata da última viagem do fidalgo Dom Quixote em busca de aventuras, enfrentando leões, gigantes e outros seres que povoam o mundo do personagem. Dessas aventuras e desventuras saltam o amor e a bravura para enfrentar os “monstros” do dia a dia. É assim que nossa personagem vê gigantes em moinhos de vento e os enfrenta bravamente. É no espírito da busca de aventuras e do amor por Dulcinéia que ao vencer uma das batalhas Quixote conclama: “Haveis de confessar que a minha namorada Dulcinéia é a menina mais linda do mundo”.

“Levar Dom Quixote e seu fiel escudeiro Sancho Pança ao nordeste não seria uma mera retribuição de carinhos com grupos teatrais e amigos com os quais construímos uma relação ao longo de nossa trajetória, mas sim uma oportunidade rara de levar essas personagens, numa encenação cuja estética europeia está explícita, a uma das regiões brasileiras que talvez seja a mais rica e singular no tocante a cultura popular, com seus mais diversos personagens. Se Cervantes tivesse escrito sua obra no Brasil, o cenário nordestino teria grandes chances de ser o chão para as aventuras e desventuras de Dom Quixote’, diz Ronaldo Adriano, ator do TEAF.

Além das apresentações o projeto possibilitará atividades que envolvem ações educacionais e de intercâmbio, além de bate-papo com o público no dia das apresentações. As ações alcançarão também pessoas com necessidades especiais, pois foram incluídos nas apresentações tradução em libras e legendagem para um acesso mais democrático e de fruição maior ao espetáculo Dom Quixote.

Em ambas as cidades serão executadas oficinas de formação de plateia. Ao todo serão atendidas 120 pessoas que terão acesso gratuito à atividade que terá 4h de duração. A oficina dirigida para adolescentes e jovens do ensino médio da Escola Vila dos Milagres, em Recife e, Escola Fernando Idalino Bezerra, em Petrolina, será composta por jogos corporais e exercícios que trabalhem aspectos de quem vê a cena. Assim, no jogo de espaço o participante terá noções de como se organiza o espaço cênico de Dom Quixote. Estes alunos ainda assistirão a uma das apresentações do espetáculo e ao final será feito um bate papo sobre o histórico da obra de Cervantes, tanto no aspecto da obra literária em si, como de sua adaptação para o teatro feita por Antônio José da Silva para teatro de bonecos e a posterior adaptação de Horácio Manoel que o TEAF monta.

A informação é da assessoria.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Sorriso: 15º Festival de Artes Cênicas começa neste domingo

O 15º Festival de Artes Cênicas de Sorriso começa...

Guilherme Arantes e orquestra se apresentam em Mato Grosso no próximo domingo

A música clássica, erudita, e a celebração cultural estão...

Dez artistas se classificam para final de programa estadual “Canta Mato Grosso”

Entre 600 artistas regionais, 10 candidatos foram classificados para...
PUBLICIDADE