sexta-feira, 21/junho/2024
PUBLICIDADE

Arquivo Público de MT lança livro com registros de Cartas Régias de 1748

PUBLICIDADE

Será lançado nesta terça-feira (28) o livro “Documentos Régios”, uma transcrição do códice nº 01 da Superintendência de Arquivo Público de Mato Grosso. A obra reúne 167 documentos, datados na primeira metade do século 18. O evento ocorrerá no Salão Social do Sesc Arsenal, no bairro Porto, às 20h.

Além dos registros técnicos de normas e instruções de leis, criadas em 1748, o livro resgata a história do Brasil Colônia; um amplo leque temático da história dos furtos de ouro, trabalho indígena, escravos, sesmarias e a criação da Capitania de Mato Grosso. A transcrição ainda é composta por duas edições digitais: fac-similar e paleográfica, contendo todo o conteúdo das 271 páginas dos registros.

Os documentos, que são considerados uns dos mais antigos da Superintendência de Arquivo Público, se encontravam em estado de deterioração; em 2007, foi enviado para ao laboratório da Fundação Rui Barbosa, no Rio de Janeiro, para o trabalho de restauração. Todo o processo foi concluído em fevereiro de 2009.

"A preocupação que tivemos para recuperar este, entre outros documentos, faz parte de um trabalho persistente que a Superintendência de Arquivo Público vem realizando nos últimos anos, onde objetivamos a preservação desses conteúdos para uso da sociedade”, diz o superintendente Claudio Borges.

Toda a transcrição do material foi realizada pela agente da área instrumental e historiadora da Superintendência, Luzinete Xavier. “Não foi uma tarefa fácil. Demandou meses de trabalho paleográfico. Mas as longas horas de digitação não foram em vão. Com esta publicação uma parte representativa da memória do estado torna-se acessível a um número maior de pesquisadores".

Para o secretário de Administração, Pedro Elias de Mello, o trabalho é mais uma demonstração da importância e o respeito que o Governo de Mato Grosso trata a história e todo o acervo de documentação. Ele explicou que a modernização do Arquivo Público está entre as prioridades da Secretaria de Estado de Administração (SAD/MT). “Ao menor contato com o Arquivo Público o cidadão se encanta com o grande trabalho que ali é realizado. Dai a nossa disposição de continuar buscando formas de instrumentalizá-lo para preservação da memória de Mato Grosso”, frisou.

COMPARTILHE:

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Mais notícias
Relacionadas

Sorriso: 15º Festival de Artes Cênicas começa neste domingo

O 15º Festival de Artes Cênicas de Sorriso começa...

Guilherme Arantes e orquestra se apresentam em Mato Grosso no próximo domingo

A música clássica, erudita, e a celebração cultural estão...

Dez artistas se classificam para final de programa estadual “Canta Mato Grosso”

Entre 600 artistas regionais, 10 candidatos foram classificados para...
PUBLICIDADE