Cultura

Alunos Guarantã Norte e Alta Floresta participam de curso de ator em Cuiabá

A primeira semana do Curso de Ator empolgou os participantes. Alguns dos alunos chegaram a confessar que aguardavam uma certa monotonia e mesmices, porém, surpreenderam-se com o desenvolvimento das aulas. Neste período foram ministradas aulas de História da Arte e do Teatro Universal e também de Expressão Corporal.

Dos 45 alunos inscritos, 18 não residem em Cuiabá e vieram de diferentes regiões do Estado. A disciplina Expressão Corporal, nesta semana, coube a Silvana Teixeira. “A maior parte dos alunos já tem experiência com teatro, o que possibilita mais aprofundamento”, diz ela. A professora Maurília Valderez Amaral foi a responsável pelas aulas de História da Arte e do Teatro Universal.

“A gente não aprende as coisas pra guardar”, enfatizou Mauro Souto Silva, 31 anos, de Guarantã do Norte. Ele trabalha com teatro há uns dez anos e garante ter o compromisso de repassar tudo que vai aprender aos seus colegas de artes cênicas que moram em seu município. Ele sabia que o curso seria proveitoso, mas, garante que a expectativa está sendo superada e que compartilhar esse aprendizado, para ele, trata-se de uma questão pessoal.

Para Renata Weber, 18, de Alta Floresta, começou nas artes cênicas com dez anos. Nunca mais parou. Mostra-se bastante empolgada. Renata estava em Curitiba quando ficou sabendo do curso e talvez até se mudasse para lá. Inscreveu-se e passou no teste, para a sua alegria. “Estou adorando. O resultado está sendo ótimo”, destaca. Explicou que a formação que estão recebendo é para o corpo e para a cabeça e que pretende compartilhar essa experiência com os amigos do teatro de Alta Floresta.

Com apenas 16 anos, Mayara Siva Alves é a caçula do curso. Ela veio de Luciara, a mais de mil quilômetros de Cuiabá. “Uma chance como esta é difícil de surgir. Quando surgiu, agarrei com unhas e dentes”, disse. Desde bem novinha sempre gostou das artes, mas, pela primeira vez está passando por uma experiência profissionalizante nessa área. A expectativa de seus amigos lá em Luciara é grande. Todos querem compartilhar com Mayara os ensinamentos que ela está recebendo aqui.

O funcionário público Valdir Nunes Leal, de Nova Xavantina, também será um multiplicador de conhecimentos teatrais. Pela primeira vez está fazendo um curso mais longo e diversificado na área de teatro. “Estou gostando muito. E captando muitos conhecimentos”, explica Valdir. O aluno ressaltou que todos vão sair do curso com uma nova profissão e mais preparados para enfrentar as lides da dramaturgia.

O Curso de Artes Dramáticas – Ator é uma realização do Governo do Estado, através da Secretaria de Estado de Cultura, com parceria com o Senac/Sesc e as secretarias de Emprego, Trabalho e Cidadania e de Segurança e Justiça. Com 900 horas/aula, o curso acontece em sistema intensivo em semanas alternadas.