Agronotícias

Produtores de Nova Mutum e Sorriso usam WhatsApp para agilizar comunicação de queimadas

Os produtores rurais em Nova Mutum criaram um grupo no aplicativo de mensagens para facilitar a comunicação e qualquer pedido de socorro para combater queimadas. A iniciativa reúne donos de 250 propriedades, a Polícia Militar, o Corpo de Bombeiros e a Brigada de Incêndio municipal. O presidente do Sindicato Rural, Emerson Zancanaro, acredita que a agilidade no atendimento seja um dos melhores benefícios. “Por meio do grupo conseguimos dar instruções sobre a localização do foco de queimada, a logística e os maquinários que temos como apoio”. Ele avalia que o grupo de aplicativo “permite contato direto com os plantonistas da polícia e qualquer ocorrência no campo, eles já ficam informados”.

Em Sorriso, as redes sociais são o principal meio de orientação aos produtores, segundo o presidente do sindicato rural, Tiago Stefanelo. “Não fizemos cursos por conta da pandemia, mas enviamos informativos pelas redes sociais e pelo WhatsApp”. Dentre as maiores preocupações dos produtores da região são as queimadas que iniciam às margens da BR-163 e da MT-249, porém até o momento a maior incidência é de focos durante colheita, provocados pelos maquinários, devido à seca na lavoura.

O produtor Vidimar Siliprandi, presidente do sindicato rural de Vera, se preparou com a contratação de tanque d’água veicular, assim como grande parte dos produtores locais.

As queimadas rurais estão proibidas devido ao período de seca os donos de áreas levam multas se houver focos.

 

Redação Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)