Agronotícias

Presidente diz que desafio é alcançar recorde na produção de peixes em Mato Grosso

A primeira parte do projeto desenvolvido pela Associação dos Aquicultores do Estado de Mato Grosso, o Aquamat na Estrada, fecha o ano desenvolvido em três dos seis importantes polos de produção de peixes –  Sorriso, Barra do Garças e Rondonópolis. O projeto visa fomentar a atividade e levar conhecimento por meio de palestras aos aquicultores. O presidente Daniel Garcia de Carvalho Melo informou que mais de 150 produtores que participaram, nas três etapas, com produtores buscando se associar a Aquamat assim tornando a nossa piscicultura mais produtiva para que possamos alcançar novamente os recordes de produção não só em quantidade, mas também em qualidade”, destacou.

Barra do Garças, onde houve a terceira etapa, é a única cidade de Mato Grosso a instituir uma secretaria exclusiva para atender a pesca e aquicultura. Segundo o gestor da pasta receber um evento deste porte em Barra é de grande importância para a atividade de produção de peixes. “Estamos muito agradecidos com as ações da Aquamat aqui em nossa região, onde nossos piscicultores podem tirar as dúvidas e melhorar seus conhecimentos, em uma área tão carente de informação aqui no Vale do Araguaia”, avaliou Paulo Henrique Fernandes Borges.

O piscicultor Job Alves dos Santos, que tem uma propriedade na comunidade Vale dos Sonhos, com 2,3 hectares de lamina d’água e está no terceiro ciclo de produção de peixes, destacou a oportunidade de participar de um evento especifico para sua atividade. “Lá na minha região estou trabalhando praticamente sozinho e o nosso Vale do Araguaia precisa se desenvolver e para isso acontecer os produtores de peixes precisam participar deste tipo de evento que traz muita informação, além de nos fortalecer como forma de organização e representatividade”.

O Aquamat na Estrada retorna em 2019, em Alta Floresta (Nortão), Conquista D´Oeste (região Oeste) e Baixada Cuiabana.

Só Notícias (foto: Leonardo Yamate/arquivo)