Agronotícias

Preço do milho disponível em Mato Grosso cai 3,4% e saca fica em média a R$ 37,74

O indicador IMEA do milho disponível em Mato Grosso fechou a semana anterior em queda de 3,47% na média semanal, cotado a R$ 37,74/saca, após divulgação de início nas colheitas e desvalorização do dólar. A análise foi divulgada, esta tarde, pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária.

“O milho em Chicago (EUA) sofreu pressão nos preços, diante de novas tensões políticas entre os Estados Unidos e a China. Assim, fechou cotado a US$ 3,19/bushel, queda de 0,44% ante a semana passada.”.

O prêmio no porto de Paranaguá aumentou 9,80% em relação à semana anterior, refletindo uma demanda estável pelo cereal, que está com menor disponibilidade nas praças brasileiras.

Há poucos dias o instituto divulgou o primeiro relatório de colheita do milho em Mato Grosso, sendo reportado um avanço de 0,68% nas áreas do estado, o que indica uma redução de 0,60 pontos percentuais quando comparado ao mesmo período da safra passada, que era estimada em 1,28%. Este ligeiro atraso reflete a etapa inicial tardia da semeadura e as condições climáticas menos favoráveis apresentadas em algumas regiões de Mato Grosso.

“No entanto, mesmo com avanços tímidos, todas as regiões do estado reportaram que os trabalhos a campo iniciaram(representados principalmente, por áreas irrigadas e cultivares precoces do cereal). Desta forma,segundo informantes,a previsão para um início regular e intensificado está prevista para o começo de junho, período que o clima estará mais seco e as lavouras prontas para a colheita na maior parte do estado”, conclui o IMEA.

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)