Agronotícias

Pavimentação da BR-163 reduz 25% o valor do frete dos agricultores mato-grossenses, aponta Ministério

A pavimentação do trecho da BR-163 acabando com atoleiros para chegar até o porto em Miritituba (Pará) reduziu o custo do frete em torno de 25%, neste corredor logístico, segundo o ministério da Infraestrutura. O preço médio caiu de R$ 230 para R$ 170 por tonelada transportada. Com a redução significativa um caminhão sete eixos, que transporta 38 toneladas custava em média 8,7 mil, caiu para R$ 6,5 mil para o produtor rural.

O presidente da Cooperativa do Caminhoneiros Autônomos de Sinop (Cooperlog), Cleomar José Immich informou, ao Só Notícias, que o frete a partir de Sorriso está R$ 180/tonelada, Ipiranga do Norte R$ 190, Nova Guarita R$ 150, Tabaporã R$ 185 e Santa Helena R$ 185. Os motoristas conseguem fazer de 6 a 8 viagens por mês até Miritituba.

Antes da pavimentação centenas de carretas com grãos, madeira, combustível e demais produtos ficaram paradas por vários dias nos atoleiros. As obras de pavimentação foram feitas pelo governo Bolsonaro, com ação direta do Exército, e finalizada em novembro do ano passado. A interligação compreende um dos pontos mais críticos de ao menos 51 quilômetros.

A pavimentação da rodovia no Pará proporcionou em dezembro e janeiro deste ano um fluxo ininterrupto de caminhões que levam a safra de soja e milho de Mato Grosso para os portos de Miritituba.

Só Notícias/David Murba (foto: Só Notícias/arquivo)