Agronotícias

Parte do plantio de algodão na segunda safra em Mato Grosso ficou fora da janela ideal

A postergação da semeadura do algodão em Mato Grosso na safra 2020/21 fez com que muitas áreas de segunda safra ficassem fora da janela ideal de cultivo. A preocupação nestas áreas vem aumentando com o passar dos dias, devido às previsões de chuvas menores este mês, quando em que muitos talhões ainda precisarão de boas precipitações para se desenvolverem”, informa o Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (IMEA).

“Assim, segundo estimativa do TempoCampo, o acumulado de chuva nos próximos 30 dias não ultrapassará 50 milímetros no Estado, volume insuficiente para repor o déficit hídrico. Além disso, a umidade no solo poderá chegar a 20% apenas da capacidade em algumas regiões de Mato Grosso nas próximas duas semanas, no entanto, nas regiões Sudeste, Médio-Norte e Centro-Sul esse índice não chegará a 11% do armazenamento, limitando o desenvolvimento nessas regiões. Contudo, apesar de as precipitações apontarem poucos volumes para o mês de maio, as lavouras até aqui apresentam condições dentro do esperado em Mato Grosso”.

Semana passada, acompanhando a retração da moeda americana, o preço da pluma disponível no Estado desvalorizou 1,60%, ficando a uma média de R$ 155,65/@.

Só Notícias (foto: Só Notícias/arquivo)