Agronotícias

Paridade do milho de Mato Grosso com contrato para julho tem queda de 9,8%

A paridade de exportação atua como um formador de preços e nesse sentido, em fevereiro, a paridade para o milho mato-grossense, com contrato para julho deste ano, fechou o mês a R $ 19,33/saca, exibindo um recuo de 9,87% em relação ao último dia de janeiro. A análise foi divulgada, há pouco, pelo IMEA – Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária. Um dos motivos que pautaram a queda foi a desvalorização do cereal na bolsa de Chicago (julho/2019) em 3,37%, influenciada pelas indefinições quanto à guerra comercial entre a China e os Estados Unidos.

Os prêmios de milho nos portos também apresentaram recuo de 7,14%, no entanto, a recuperação do dólar em 2,37% pelo menor apetite dos investidores no exterior ante à guerra comercial, impediu um recuo ainda maior do preço. Apesar de a paridade de exportação ainda estar R$ 1,52/saca acima do que foi visto no mesmo período de 2018, é importante que o produtor continue atento aos acontecimentos do mercado externo e suas influências no preço do cereal mato-grossense.

 

Só Notícias (foto: arquivo/assessoria)