Agronotícias

Mato Grosso fechou ano na liderança do ranking de queimadas do Inpe à frente do Pará

O período chuvoso chegou e deixou a sensação de secura no ar e a fumaça causada pelas queimadas no passado. Mesmo assim, a chuva não foi suficiente para “lavar” o título de Mato Grosso de maior “queimador” de 2019, segundo os satélites do Programa BD Queimadas coordenado pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe).

De 1º de janeiro do ano passado até 31 e dezembro, o estado terminou à frente do Pará como a unidade da federação que mais registrou focos de incêndio. Ao todo, segundo os satélites, Mato Grosso registrou 31.169 focos de queimadas, o que corresponde a 15,8% do total registrado no Brasil.

O vizinho Pará não ficou muito atrás. Os satélites do Inpe registraram 30.165 focos de incêndio, quase 1 mil a menos do que Mato Grosso, deixando os paraenses com 15,3% dos registros em todo o Brasil.

O ranking é completado pelo Maranhão, com 18.621 focos (9,4%), Tocantins com 13.625 (6,9%) e Amazonas com 12.676 registros (6,4%). Na outra ponta do ranking, aparece o Sergipe com 81 focos, Distrito Federal com 213 queimadas e Alagoas com 232 registros.

Só Notícias/Marco Stamm, de Cuiabá (foto: assessoria/arquivo)