Agronotícias

Mato Grosso diminui volume de milho exportado; Egito e Coréia são maiores compradores

A baixa disponibilidade de milho no Brasil, refletiu em menor escoamento para o exterior. Foram, mês passado, sendo vendidos 2,54 milhões de toneladas para clientes em diversos países. O volume é 47,47% menor ao de dezembro, que teve 4,84 milhões de toneladas negociadas.

Mato Grosso, principal produtor do cereal no país, foi responsável por 46,48% do volume total exportado brasileiro, em janeiro, com cerca de 1,36 milhão de toneladas. Só Notícias/Agronotícias apurou que entre os principais compradores o Egito levou 345,5 mil toneladas, Coréia do Sul  140 mil toneladas, Irã 135,5 mil, Vietnã 129 mil e para a Malásia foram 114 mil.

No comparativo mensal, de janeiro com dezembro, as exportações reduziram em 1,79 milhão de toneladas no Estado. Quanto às principais rotas de escoamento do milho mato-grossense, os portos do arco-norte têm ganhado o maior destaque para a safra 2019/20, ficando 4,40%superiores aos destinos do arco-sul, no acumulando de julho a janeiro. O porto em Santarém (PA), que recebeu grande parte da produção mato-grossense, teve o terceiro maior volume escoado 179 mil toneladas. O segundo maior volume em janeiro foi do porto de Barcarena (PA) com 231 mil toneladas. Santos (SP), liderou com 477 mil.

 

Só Notícias (foto: divulgação)