Agronotícias

Mato Grosso destinará maior área desde 2014 para primeira safra de milho, aponta Conab

Os produtores mato-grossenses irão destinar uma área maior para o plantio do milho primeira safra em 2020/21. A estimativa é da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), que apontou aumento de 4,1% na área plantada no Estado, que deve chegar a 42,9 mil hectares.

Ainda assim, a previsão é de uma queda de 5,1% no total produzido, estimado em 327 mil toneladas. A diminuição é explicada por uma produtividade menor, de 7.643 quilos por hectare, 8,9% abaixo do alcançado na safra passada.

Em Mato Grosso, a semeadura da primeira safra de milho ocorre de novembro a dezembro, e segundo a Conab, é “limitada a pequenas participações, para atendimento a demandas pontuais do mercado interno, a exemplo do consumo em propriedades e do suprimento para formulação de ração animal”.

A Companhia cita ainda que o foco do produtor está voltado ao plantio de soja, “cujas cotações se encontram com níveis estimulantes e cuja semeadura se encontra na fase inicial, sendo as atenções para o milho voltadas para um momento posterior”.

Por outro lado, Mato Grosso seguirá como o maior produtor nacional de milho segunda safra. A previsão da Conab é de que o Estado destine uma área de 5,4 milhões de hectares para essa cultura e alcance uma produção de 34,3 milhões de toneladas.

 

Só Notícias/Herbert de Souza (foto: Só Notícias/arquivo)